terça-feira, 22 de abril de 2014

E se o buscador do Google fosse uma pessoa?

Como você talvez saiba, a missão da empresa do Google desde o seu início foi organizar a informação mundial e torná-la universalmente acessível e útil. Porém, suponhamos que o buscador fosse uma pessoa ao invés de um robô e que além de entender todas as nossas buscas, você pudesse conversar com ele?


O canal de entretenimento chamado College Humor teve esta ideia e resolveu criar uma situação bem-humorada para mostrar como os usuários se comportam diante de um site de busca. Além disso, também fizeram a questão de destacar como seria a reação dele se houvesse realmente um homem trabalhando de verdade em uma sala de escritório convencional fornecendo algumas informações para as perguntas mais estranhas possíveis de todo o tipo de pessoa que você possa imaginar que frequenta o site.

A verdade é que para obter uma resposta precisa do motor de busca e conseguir encontrar palavras-chave específicas que definam algo determinado com a total liberdade, sem filtros de repreensão através dos seus mecanismos de busca (cujo objetivo não é pelo menos para já, treinar as máquinas para que se comportem como pessoas), pode ser uma tarefa bastante árdua.

Agora quando a tecnologia permitir que os robôs possam conseguir, por exemplo, tomar decisões próprias mesmo que na maior parte do tempo de forma inconsciente e até mesmo ter sensores para interpretarem sentimentos iguais aos seres humanos, e após isso tudo ainda não usar toda informação adquirida para o mal, talvez assim seja o modo que a empresa espera chegar próximo do que seria para nós o ideal, mesmo que isso possa parecer uma espécie de uma história de ficção científica.


Nota: O que você achou do vídeo?

Um comentário:

Buscar

 

Facebook

Publicações recentes


Parceiros

CupomVálido
Jogos Friv

Arquivos