terça-feira, 30 de dezembro de 2014

O desfile que não deveria nunca ter acontecido

No dia 10 de dezembro foi celebrado o Dia Internacional dos Direitos Humanos. E para chamar a atenção do público africano para esta triste realidade, a agência DDB, de Moçambique, em parceria com a entidade N’Weti realizaram um desfile durante o "Moçambique Fashion Week" (MFW) contra a violência doméstica.



Através das roupas rasgadas, maquiagens pesadas que simulassem sinais de espancamento pelo corpo, um ambiente temático bastante sombrio e uma trilha sonora que simulava gritos e vozes de mulheres sendo violentadas, as modelos entraram no palco para mostrar a importância de denunciar os casos de violência doméstica, além de ajudar mais pessoas a criarem novas tendências. Ao final, um homem sobe no palco carregando um cartaz com a mensagem: "Não pode estar na moda".

De acordo com a porta-voz da N’weti, ela diz que: "A principal mensagem é a de que todos nós temos a responsabilidade de denunciar os atos de violência que ocorram, seja numa lógica pessoal, seja com terceiros. A denúncia poderá ser reportada nas diferentes esquadras da polícia, nomeadamente, nos gabinetes de atendimento a mulheres e crianças vítimas de violência. Nesses mesmos locais, a vítima terá acesso à assistência e apoio necessário durante o processo que decorre no pós-denúncia".



Nota: O que você achou da ação?

0  comentários:

Postar um comentário

Buscar

 

Facebook

Publicações recentes


Parceiros

CupomVálido
Jogos Friv

Arquivos