quarta-feira, 26 de agosto de 2015

O comercial da cerveja Schin que foi proibido

As propagandas de cervejas brasileiras e sua difícil relação entre o estereótipo feminino e a igualdade de gênero. Como a grande maioria do público de quem consome as cervejas são do sexo masculino, acabou-se prevalecendo àquela ideia de que o outro objeto de consumo utilizado como apoio seria o corpo feminino.


Apesar das campanhas publicitárias de cerveja geralmente haver polêmicas por utilizar mulheres para influenciar nas decisões e gerar a compra de produtos, a maioria das propagandas que são denunciadas por consumidores ou órgãos públicos acabam de certa forma, sendo arquivadas pelo CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária). Porém, desta vez, após a repercussão negativa recentemente pelas redes sociais, a cerveja Schin, da Brasil Kirin, decidiu retirar do ar o seu mais recente comercial por fazer alusão ao desejo e consumo. 

Curiosamente é que usar a figura da mulher em comerciais sempre foi permitido, apesar de ser polêmico. Porém, o que acabou manchando a imagem mesmo desta vez foi a interpretação com o nome do festival da cidade como sendo "atrativos" da festa. Após a polêmica retratando a cidade de Blumenau como a terra das loiras, a Schin colocou outra nova versão do comercial. Quem é do meio publicitário sabe que as mulheres são usadas como iscas para seduzir os clientes. Não é à toa que os departamentos de atendimento das agências são compostos na sua maioria por mulheres. Entretanto, será difícil você ver alguém afirmar isso publicamente sem ter compromisso com alguém sobre determinado assunto.

Ora, em nenhum momento a campanha diz ser a favor ou contra esse tipo de estereótipo. E outra, se fosse mentira não tinha nenhuma mulher reclamando. Pois é, parece que a realidade machuca. Neste caso, se não gostou da propaganda veiculada, talvez seja melhor somente não dar ibope, até porque a carapuça acaba servindo para quem se sente ofendida. Talvez não devêssemos levar tudo para o lado pessoal e entender que é evidente que a campanha está usando um tom de humor. Aliás, se quiserem acabar com isso, talvez seja preciso também banir não somente os comerciais de televisão, como também o uso das mulheres no salão do automóvel, por exemplo, para surtir efeito e ter alguma lógica, de fato. 

Não podemos esquecer que é a função da propaganda é de chamar a atenção e impactar o maior número de pessoas possível. Neste sentido, surgem algumas questões: Será que esse comercial foi ilegal ou houve censura apenas por interesses políticos por trás que não sabemos? Será que as pessoas não estão ficando intolerantes também? Será que não estaria havendo exagero na questão do politicamente correto? Enfim, aproveite para tirar as suas conclusões no vídeo logo abaixo.



Nota: O que você achou do vídeo?

0  comentários:

Postar um comentário

Buscar

 

Facebook

Publicações recentes


Parceiros

CupomVálido
Jogos Friv

Arquivos