quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

E se no carnaval fosse dito somente a verdade?

Os humoristas Marcelo Adnet e Marcius Melhem, mesmo estando na emissora da Rede Globo, a principal patrocinadora e beneficiária do carnaval do Rio de Janeiro e São Paulo mostra um samba-enredo da escola fictícia "Amarelo e Cinza" em que trata de todas ilegalidades que ocorrem por trás desta celebrada festa.



Pois é, quem disse que o carnaval acabou? A galera do programa "Tá no Ar" continua na folia. Com o seu samba-enredo bem sincero, a escola "Unidos do Amarelo e Cinza" preparou uma paródia bem-humorada no qual ela faz uma crítica contundente à indústria carnavalesca que sustenta Sapucaí e Anhembi, na tela da Globo. No samba-enredo é apresentado todo funcionamento de um desfile que acontece no sambódromo, desde o financiamento por meio da lavagem de dinheiro da contravenção (jogo do bicho, tráfico de armas, drogas e da máfia dos caça-níqueis) até os enredos patrocinados, chegando a mencionar o turismo sexual.

Este é o reflexo sobre o preço que pagamos pelo carnaval nesta festa da hipocrisia, onde até mesmo a própria emissora que detém a responsabilidade e o discernimento sobre o que deve ou não mostrar em sua grade de programação, acaba por consequência "sambando na cara da sociedade" literalmente com a sua Globeleza, num evento patrocinado pelos bicheiros, no qual grande parte de população acompanha tudo de camarote. Curta a ressaca de carnaval ao som da escola "Unidos do Amarelo e Cinza" e aproveite para dizer se faltou algo que poderia ser complementado para entrar nesta lista.



Nota: O que você achou do vídeo?

5 comentários:

  1. A globo permitiu isso ????? To surpreso !!!!!!

    ResponderExcluir
  2. chuuuuuupaaaaaa brazil zil zil zil zil......

    ResponderExcluir
  3. Então quer dizer que a globo transmite um evento patrocinado por pilantras??? que ironia né????

    ResponderExcluir

Buscar

 

Facebook

Publicações recentes


Parceiros

CupomVálido
Jogos Friv

Arquivos