segunda-feira, 25 de julho de 2016

Os mais inusitados comerciais sobre a loteria

Este é um tema onde a originalidade não é sempre almejada. Todo mundo tem o sonho de ficar rico, por isso mesmo, é a objetividade que impera. Mas, como a criatividade continua a ser a alma desta profissão, algumas pessoas conseguem criar comerciais tão marcantes e bonitos que são lembrados durante anos.


Vamos relembrar alguns, sejam eles os inesquecíveis, os engraçados e até os que tenham a participação especial de nomes famosos da época. O apelo de alguns deles é tão forte que pode dar vontade de procurar os números mais sorteados (em 18 anos de história) do Brasil e fazer uma aposta também. Abaixo veremos cinco comerciais que fazem referência à sorte de ganhar na loteria.

1º Wilson: Nunca tente menosprezar o amor incondicional de um cachorro. Este comercial faz referência ao personagem do filme O Náufrago, com Tom Hanks. Após uma forte tempestade, o velejador cai no mar e perde o seu bilhete premiado. Neste momento é quando o cão resolve entrar em ação e percorrer um longo caminho até reencontrar o seu dono. Ao final, surge uma surpresa bem inusitada.


2º Loteria Nacional: Esta é uma animação que mostra um simpático guarda noturno que trabalha em uma fábrica de manequim. Porém, por conta do seu turno da noite, o horário costuma não corresponder com dos seus colegas de trabalho. Com o passar do tempo de sua rotina de trabalho, o segurança encontra uma forma de alegrar um pouco o dia a dia dos seus companheiros.



3º Loteria Mineira: Famoso dos programas humorísticos nas décadas de 70 e 80, o ator, produtor brasileiro e humorista Roberto Marquis, mais conhecido pelo personagem Theobaldo, da campanha de uma marca de refrigerante, aparece assistindo a uma partida de futebol ao lado de um garoto. O mais curioso é que a possibilidade de ganhar 2 milhões de cruzeiros é totalmente banal.



4º Loteria Federal: Propaganda antiga dos anos 70 que brinca justamente com o fator sorte e o desejo do homem comum de ficar rico e ainda conseguir uma bela mulher para se apaixonar por ele.



5º Loteria Fluminense: O mestre do humor Costinha tenta fazer um comercial convencional, que remete até às antigas propagandas de Bombril. A graça está após o filme original, quando o humorista começa a improvisar e fala coisas proibidas para menores de 18 anos, como era seu estilo. A maior curiosidade do filme é a condução de Cacá Diegues, premiado diretor do cinema brasileiro.



(Obs: Esta publicação é uma colaboração de Mirella Bittencourt).

0  comentários:

Postar um comentário

Buscar

 

Facebook

Publicações recentes


Parceiros

CupomVálido
Jogos Friv

Arquivos