quinta-feira, 15 de junho de 2017

A realidade visceral sobre o sistema prisional

Dois pesos e duas medidas. Tem gente que rouba um shampoo e outro que rouba o banco, os dois estão no mesmo patamar. Há mais de 600 mil pessoas nas prisões brasileiras em condições subumanas. Quatro em cada dez nunca foram a julgamento, muitos com direito à liberdade, só que permanecem presos na cadeia.


Partindo do princípio que encarceramento em massa não é justiça, a agência JWT em parceria com a produtora Vetor Zero, criaram a campanha "Realidade Visceral" para a Rede Justiça Criminal utilizando o óculos de realidade virtual para levar as pessoas para dentro de uma cela superlotada para interagir com os presos em uma simulação bastante impactante e que irá fazer você refletir sobre o nosso sistema prisional.

O objetivo desta ação é justamente fazer com que as pessoas impactadas assinem uma petição online que propõe o debate sobre o tema de encarceramento em massa, com o intuito de conseguir atingir um número mínimo assinaturas para levar o abaixo-assinado até aos parlamentares no Congresso Nacional. Confira a história de Emerson Ferreira e a reação das pessoas ao experimentarem essa realidade no vídeo abaixo.



Nota: O que você achou da ação?

6 comentários:

  1. Se a OAB parasse de se preocupar com política. Principalmente por defender uma ideologia que acaba virando um governo ditatorial (comunismo), boa parte dos presos sem julgamento já teriam seus processos efetuados. Se a OAB adotasse atitudes físicas mais criticas e intervencionistas com as suas comissões, na OAB tem comissão prá tudo!Boa parte das prisões injustificadas ou atos excessivos do aparato de segurança pública seriam coibidos a tempo! Mas eles preferem defender o Lula ou pai do presidente da OAB que foi militante comunista durante o governo militar...

    ResponderExcluir
  2. É pra ficar com pena deles?É isso mesmo?
    Poderiam fazer um video com as vitimas deles, perguntar como eles se sentiram tendo familiares mortos por essas vitimas da sociedade, ou tiveram seus bens conquistados com muito suor levados por essas pobres almas encarceradas em condições desumanas.As condições dentro das prisões realmente são degradantes, mas não vamos esquecer que eles escolheram esse caminho.Ninguem os obrigou a se tornarem criminosos.Pobreza e dificuldades nunca foram desculpa pra fazer o errado, trabalho desde muito cedo e sei o que é ter um revolver apontado pra minha cara por alguns trocados que quase custaram minha vida.Eles estão lá dentro para serem punidos pelos seus erros, é castigo pouco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. faço de suas palavras as minhas...fui no canal do video, mas esta bloqueado para comentarios

      Excluir
    2. Punição tem que ter. Sem julgamento e de forma desproporcional é o x da questão. Concorda que seu amigo que bebeu e dirigiu fique preso nas mesma condições que um estuprador? Que seu primo que usa droga fique na mesma condição que um traficante da pesada? Pergunte-se porque países da Europa tem prisão que parece spa e nem por isso a criminalidade lá é absurda. Prisão medieval não cura ninguém. Eu tbém saí da pobreza extrema com estudo e trabalho. Mas não acho que todos que vão para o crime o fazem porque querem. Se o raciocínio for este, o cara do ITA vai dizer que todos alunos das faculdades particulares são vagabundos.

      Excluir
  3. Pronto...Mais gente que ta querendo aparecer. Aposto que não há nenhum santo lá. As pessoas que eles roubara, sequestraram, estupraram e assassinarem tiverem direito a um julgamento justo? As familias foram ressarcidas pelos seus prejuizos? Vamos para né....

    ResponderExcluir

Buscar

 

Facebook

Publicações recentes


Parceiros

CupomVálido

Arquivos