sábado, 21 de abril de 2018

As curas proibidas que a indústria não te conta

Este documentário chamado "Curas Proibidas" do doutor Lair Ribeiro fala como funciona essa indústria do adoecimento através dos comprimidos que em geral são vendidos como milagrosos. No entanto, estatísticas mostram que eles não curam nada, ou seja, os remédios apenas remediam como o próprio nome já diz.


Por exemplo, você toma um remédio para o coração e às vezes o efeito colateral vem no estômago. Nisto, você resolve ir ao médico do estômago e ele te receita um medicamento para o estômago que pode dar um efeito colateral na cabeça. Em consequência disso, você acaba tendo depressão e decide ir ao psiquiatra. Você faz a consulta, ele te indica um remédio para depressão que poderá afetar outra parte do corpo. Neste estágio, você provavelmente já irá estar tomando cinco remédios simultâneos e desconhece qual era a sua doença inicial, pois ela já ficou lá pra trás.

Basta você acompanhar o número de casos de doenças crônicas (doença que não é resolvida num tempo curto), infarto (bloqueio do fluxo sanguíneo para o músculo cardíaco), derrame (danos ao cérebro devido à interrupção do fornecimento de sangue), alzheimer (doença progressiva que destrói a memória e outras funções mentais importantes) e câncer (doença em que as células anormais se dividem incontrolavelmente e destroem o tecido do corpo) aumentando ano após ano.

Apesar desse poderoso lobismo (grupo organizado com o objetivo de interferir diretamente nas decisões do poder público) da indústria farmacêutica, há um médico que resolveu quebrar esse silêncio e revelar as alternativas que podem ajudar você a ter uma vida saudável e de qualidade. Ao longo do documentário, Lair Ribeiro mostra algumas percepções interessantes, onde ele diz que 85% da verba do SUS foram gastas nos últimos dois anos de vida do brasileiro e o mito do colesterol que a indústria farmacêutica propaga.



Nota: O que você achou do vídeo?

0  comentários:

Postar um comentário

Buscar

 

Facebook

Publicações recentes


Parceiros

CupomVálido