terça-feira, 28 de junho de 2022

Alphaville, a vida pelo lado de dentro do muro

Este é um documentário produzido em 2008 que mostra o estilo de vida do lado de dentro do muro dos condomínios fechados de São Paulo. O retrato de um Brasil cercado, onde supostamente é mantido longe o perigo, as interações indesejadas, todo tipo de movimento, heterogeneidade e imprevisibilidade das ruas.

A diretora do documentário chamada Luiza Campos diz que morou por cerca de 2 meses em um dos 30 condomínios fechados da região de Alphaville, um dos bairros mais nobres e luxuosos da região, que atrai muitas pessoas de São Paulo e outras cidades próximas da capital. Nele, ela conta que em São Paulo, existe uma sensação permanente de medo da violência. 

Para muitos, a cidade se transformou em uma espécie de zona de conflito e a solução encontrada foi criar ambientes protegidos longe dos perigos e isolados, algo como uma prisão domiciliar de luxo, onde quem está dentro perde a noção da realidade e o senso de empatia, tanto em que, num certo momento uma das moradoras menciona a violência como fruto de um resto da sociedade daqueles que estão do lado de fora.

Interessante observar a visão sob o olhar da menina pequena, já influenciada pelo Big Brother da vida real na ilusão de segurança através de cercas elétricas, câmeras de vigilância para rastrear cada movimento em uma espécie isolada de bolha social olhando apenas pelas grades e fotografando muros, onde humanos parecem animais para entretenimento dentro do zoológico e ainda consumindo alimentos em sua maioria artificiais, pois como ela mesma diz: nada acontece, já que é um ambiente silencioso. 

A diretora fala também que a Alphavile brasileira é quase uma cidade imaginária, uma ficção científica que virou realidade, um mundo perfeito (como no livro "Admirável Mundo Novo" escrito por Aldous Huxley, ou seja, indivíduos padronizados geneticamente e também condicionados para se comportarem de forma tão previsível quanto as máquinas. E neste sistema, a casta, isto é, a divisão social determina toda a vida de uma pessoa desde o momento do seu nascimento até a morte).

Além disso, as pessoas são cercadas de muros de 5 metros de altura com muitos quilômetros de extensão, onde mais de 60 mil pessoas vivem em uma espécie de sonho neoclássico, um estilo que se inspira em estruturas da arquitetura greco-romana, sendo esse um dos principais fatores que fazem com que ele seja visto como nobre e severo. Neste sentido, surge a seguinte questão: Em que momento nós falhamos como sociedade ao ponto de nos isolarmos dessa forma?

Nota: O que você achou do vídeo?

quinta-feira, 16 de junho de 2022

A Lego celebra o seu aniversário de 90 anos

A Lego lançou sua nova campanha de marca global enfatizando a importância de brincar na vida diária de crianças e adultos, marcando o 90º aniversário no final deste ano. 

O comercial "We Are All Builders" (Somos todos construtores) mostra como construir com Lego pode levar as crianças a se tornarem adultos que constroem um novo mundo, tanto no sentido literal de engenharia e design quanto no sentido figurativo, destacando uma atitude de "construtor" nas relações, autoestima e também na resolução de problemas cotidianos.

No anúncio, os espectadores fazem uma viagem pela história dessa fabricante de brinquedos, desde suas origens com blocos de madeira até os vibrantes conjuntos familiares de hoje. Além disso, a Lego é mostrado como um fenômeno cultural, como auxiliar de design, uma forma de arte, um material de construção real e um meio de jogo.

Julia Goldin, diretora de produtos e marketing do Grupo Lego, declarou na mídia: "O brincar sempre foi a pedra angular da humanidade. Não é apenas divertido, mas é crucial para ajudar as crianças a desenvolver habilidades essenciais para a vida, fortalecer os laços familiares e construir comunidades. Mas com pressões concorrentes sobre a vida de pais e filhos, o brincar é muitas vezes fica em segundo plano".

Além disso, Goldin diz que a campanha foi inspirada por um estudo deste ano com 55.000 crianças e pais em 30 países. Essa pesquisa descobriu que os pais apoiam predominantemente a ideia de que brincar pode ajudar as crianças a desenvolver habilidades criativas, de comunicação e de resolução de problemas, bem como construir autoconfiança. 95% disseram que o jogo ajudou as famílias a se unirem e melhorou seu bem-estar. 

A campanha foi criada pela equipe de desenvolvimento de marca global da Lego e pela agência interna da Lego e inclui grandes ativações nas lojas Lego em todo o mundo, parques Legoland e escritórios próprios.

Nota: O que você achou do vídeo?

quinta-feira, 2 de junho de 2022

Os segredos dos comerciais de refrigerantes

Após seu lançamento, agora o refrigerante FYS, do Grupo Heineken reforça o conceito de sua fórmula com 50% menos açúcar do que a média da concorrência e ainda explora também através da ironia algumas das estratégias geralmente usadas para atrair os consumidores nas campanhas publicitárias de refrigerantes.

A campanha intitulada "50% menos açúcar e menos marketing" criada pela agência AlmapBBDO segue sua aposta na comunicação bem-humorada e mostra os bastidores de como são produzidos os comerciais de refrigerantes com os seus tradicionais clichês da categoria, além de também promover o FYS Tônica com toque de limão siciliano. A produção fica por conta da O2 Filmes, com direção de Ian SBF.

Nele, o Mr Marketing desvenda o mistério importante para o público de como as latas de regrigerantes ficam tão geladas e refrescantes nos comerciais. Para começar, o protagonista, junto com sua assistente de palco (sua mãe), pega um spray e passa verniz para dar aquele efeito fosco de gelo. Na sequência, ele usa um secador de cabelo. E por fim, pega um borrifador de plástico com água para que a lata fique parecendo estar gelada, só que na prática a lata está quente.

Nota: O que você achou do vídeo?

segunda-feira, 16 de maio de 2022

A grande mudança do trigo ao longo dos anos

Milhares de pessoas sofrem com problemas de saúde ligados às suas escolhas alimentares. O documentário mostra as mudanças enormes que o trigo vem sofrendo ao longo dos anos e fala sobre o crescimento da sensibilidade desenvolvido hoje ao trigo e ao glúten, também associado a doenças autoimunes (ou seja, ao mau funcionamento do sistema imunológico, levando o corpo a atacar os seus próprios tecidos).

O trigo está em praticamente tudo e também é enaltecido na religião na sua representação indispensável no corpo de Cristo. Antigamente, o café da manhã era basicamente de bacon e ovos e, após isso, houve um crescimento dos sucrilhos (alimento com bastante açúcar e sódio, dois vilões da saúde), que dispararam em popularidade como opção matinal favorita da família americana moderna. E foi neste ponto que começou a história de gordura vilã e carboidrato mocinho. E afinal, o que estamos realmente ingerindo?

Atualmente, os alimentos saem de laboratórios químicos. As crianças consomem cereais refinados (ricos em carboidratos e pobres nos nutrientes), leite de caixinha (com conservantes), açúcar, margarina, óleos vegetais (em excesso é nocivo ao organismo), ou seja, há quase nada nesse café da manhã que nutra. O documentário diz que toda doença que existe na Terra é criação do ser humano. Além disso, também mostra que para termos um corpo saudável, precisamos voltar as nossas origens em vez de depender dos remédios convencionais, isto é, comer verduras, o suficiente de proteínas, mexer o corpo praticando exercício físico e com sorte uma família carinhosa, pois é assim que se gera saúde.

Nota: O que você achou do vídeo?

segunda-feira, 2 de maio de 2022

Uma conversa com o investidor Elon Musk

O que está na mente do empreendedor Elon Musk? Nesta conversa exclusiva com o chefe do TED Chris Anderson, Musk detalha as suas inovações nas quais ele está trabalhando, o robô humanoide inteligente Optimus da Tesla, a nave estelar da SpaceX e as interfaces cérebro-máquina inplantáveis da Neuralink.

Segundo Musk, precisamos de baterias para armazenar a energia solar e eólica, porque o sol não está sempre a brilhar, bem como também o vento não está sempre a soprar. Além disso, ele fala sobre o fator fundamental limitado da produção de baterias de iões de lítio (quais são recarregáveis, porém diminuem ligeiramente com cada ciclo de carga completo) e sobre formas que podem ajudar a maximizar a vida útil da humanidade e criar um mundo onde bens e serviços sejam abundantes e acessíveis a todos.

Na área de inteligência artificial, Musk diz que as redes das estradas são concebidas para funcionar como uma rede neural biológica, pois os perigos estão relacionados a dissociação (alteração na consciência que distancia as pessoas da realidade) da vontade humana coletiva e explica dizendo que talvez nós somos apenas macacos com um computador enfiado no cérebro. Neste sentido, surge a questão: os humanos são melhores que os macacos no teste de memória? E talvez em uma partida de ping-pong

Ao final da entrevista, ele diz que a razão por ele fazer isso não é para evitar ficar triste com o futuro e sim devido ser importante para maximizar a provável esperança de vida da humanidade e expandir o âmbito e a dimensão da consciência. Aproveite para ativar as legendas em português no vídeo abaixo.

Nota: O que você achou do vídeo?

terça-feira, 19 de abril de 2022

Jogo falso que incentiva brincadeira ao ar livre

projeto chamado "Dirt is Good" (Sujeira é boa) da Persil (Omo) tem como objetivo incentivar as crianças a brincar ao ar livre. Criada pela agência Lola MullenLowe de Madri, e pela Golin, de Londres, a campanha é uma imitação de um trailer de um novo jogo de videogame como forma de atrair os usuários de jogos.

A campanha atraiu influenciadores para convencer o público de que eles estavam assistindo a um trailer de um novo jogo. O material de marketing falso foi enviado para seis influenciadores, com um alcance combinado de 10,2 milhões, no Instagram e Twitch. O vídeo usou o mecanismo de jogo Unreal 5, que sua desenvolvedora norte-americana Epic Games está tentando posicionar como uma solução de marketing tanto quanto uma ferramenta de jogo.

O trailer em si apresenta um grupo de crianças correndo por uma floresta, onde parece ser um jogo de sobrevivência. Cobertos de lama, eles se agacham atrás das árvores, atravessam uma ponte e tentam escalar uma colina rochosa. Eventualmente, porém, uma jovem emerge da floresta e dá um tapinha no ombro de um menino, dizendo: "Tag, você é o cara". Ao final, a campanha termina mostrando que o jogo está apenas disponível na vida real. Confira o trailer no vídeo abaixo.

Nota: O que você achou do vídeo?

segunda-feira, 4 de abril de 2022

Futuro da humanidade por Yuval Noah Harari

Este é um trecho da palestra anual do professor israelense de história Yuval Noah Harari feita no Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça. No discurso, ele fala sobre o futuro de nossa espécie e também da vida, pois somos provavelmente uma das últimas gerações de homo sapiens, dentro de um século ou dois.

A Terra será dominada por entidades que são mais diferentes de nós do que nós somos dos neandertais (espécie prima humana extinta com o qual o homem moderno conviveu) ou dos chimpanzés, porque nas futuras gerações aprenderemos como fabricar corpos, cérebros e mentes, acrescenta Harari. Além disso, o professor questiona: Como exatamente se parecerão os futuros mestres do planeta?

Isso porque os dados atualmente são as posses mais valiosas no mundo moderno. E por que os dados são importantes? Porque chegamos ao ponto onde podemos hackear não apenas os computadores, mas seres humanos e também outros organismos para vigiar, analisar e armazenar tudo o que você faz diariamente para entender como você se sente ou pensa. E através da coleta dos dados, será possível prever desejos, manipular emoções e tomar decisões pela pessoa. Diante disso, Harari diz que devemos ser cuidadosos, pois o resultado disso pode ser o surgimento de ditaduras digitais, até porque já no presente, estamos vendo a formação de regimes de vigilância mais sofisticados pelo mundo todo.

Nota: O que você achou do vídeo?

Buscar

 

Facebook

Publicações recentes


Parceiros

CupomVálido