segunda-feira, 14 de setembro de 2020

Dilema das redes: Você está sendo observado

O documentário intitulado "Dilema das Redes" nos mostra como os profissionais da tecnologia possuem o controle sobre a maneira em que pensamos, agimos e vivemos. Frequentadores do Vale do Silício revelam como as plataformas de mídias sociais estão reprogramando a sociedade e sua forma de enxergar a vida.

Muita gente acha que o Google é apenas uma caixa de busca e que o Facebook é somente para saber dos amigos, por exemplo. O que eles não percebem é que há equipes inteiras de engenheiros cujo trabalho é usar a sua psicologia contra você. As redes sociais descobriram que podem afetar o seu comportamento e emoções do mundo real sem que os usuários percebam através das forças invisíveis do cotidiano.

Estamos sendo bombardeados com boatos no dia a dia o tempo todo. Notícias falsas se espalham seis vezes mais rápido. A tecnologia que nos conecta também nos controla. Especialistas em tecnologia e profissionais da área fazem um alerta importante para todos nós: as redes sociais podem ter um impacto devastador sobre a democracia e também da própria humanidade. Confira o trailer no vídeo abaixo.

Nota: O que você achou do vídeo?

quarta-feira, 9 de setembro de 2020

A importância de doar para se tornar gigante

As crianças crescem não apenas em tamanho e se transformam a cada dia. Por isso, a Danoninho está apresentando a campanha global "Quero ser Gigante". A marca se juntou ao Exército de Salvação e juntos colocam na rua uma campanha de doação de roupas infantis e brinquedos que não são mais utilizados.


Um dos desdobramentos da iniciativa apresenta um revival do seriado Mundo da Lua, sucesso da TV nos anos 90, com Luciano Amaral no papel de Lucas Silva e Silva, um menino com uma grande imaginação que estava sempre fantasiando sobre temas de seu cotidiano. Neste episódio especial com Danoninho, o personagem questiona o que é preciso fazer para ser gigante e se imagina em diversas situações para, ao final, se dar conta de que não é preciso ser adulto para ser gigante, basta ter atitudes grandiosas, como pensar nos outros e doar o que não precisa mais.

"Danoninho sempre acompanhou o crescimento das crianças e com a nova campanha Quero ser Gigante queremos incentivar os pequenos e seus pais a fazerem o bem, como doar itens que não são usados mais, pois crescer é também sobre ter atitudes grandiosas.", comenta Marcelo Bronze, diretor de marketing da Danone. Para doar, basta ligar para 4003-2299 ou acessar o website e agendar a retirada de brinquedos e roupas infantis com o Exército de Salvação. Confira a campanha no vídeo abaixo.



Nota: O que você achou do vídeo?

segunda-feira, 31 de agosto de 2020

Sobre a perspectiva de um velocista que é cego

Neste ano, os espectadores terão uma pequena amostra em primeira pessoa de como é correr uma final paraolímpica sobre a perspectiva do velocista David Brown com deficiência visual, ou seja, um velocista totalmente cego mais rápido do mundo, que corre 100 metros em menos de impressionantes 11 segundos.


A campanha intitulada "Wait for the Greats" (Espere pelos grandes) é a primeira campanha criada pela agência Adam&EveDDB desde a sua nomeação pelo Comitê Paraolímpico Internacional (IPC) em 2019, no qual a entidade resolveu dar continuidade ao ímpeto desses atletas paraolímpicos, além de mostrar como o paraesporte está transformando a vida destas pessoas com deficiência - trabalho que recebe um grande impulso a cada quatro anos quando uma audiência global cumulativa de TV de mais de quatro bilhões de pessoas assiste aos Jogos Paraolímpicos.

O filme começa com a tela quase totalmente preta, enquanto os sons da multidão, os comentários durante a corrida de Jerome Avery e as palavras do guia corredor de Brown aparecem no fundo. O objetivo da campanha é de manter os holofotes nos atletas paraolímpicos, apesar dos Jogos Paraolímpicos de Tóquio deste ano terem sido adiados para 2021, devido à pandemia de Covid-19. Um dado interessante é que o paratleta foi competidor das Paraolimpíadas de Londres em 2012 e no Rio de Janeiro em 2016.



Nota: O que você achou do vídeo?

terça-feira, 18 de agosto de 2020

A vida secreta dentro da mineradora chinesa

Em 2014, antes da plataforma da Ethereum, a mania das altcoins ou também das preocupações sobre o Tether e a Libra do Facebook, o site da Motherboard teve acesso exclusivo a uma enorme e secreta mina de Bitcoin alojada em uma fábrica reaproveitada na província de Liaoning, no nordeste rural da China.


O documentário intitulado "Inside a Secret Chinese Bitcoin Mine" (Dentro de uma mina de Bitcoin secreta chinesa) que você irá ver a seguir mostra toda essa infraestrutura que mantém a rede descentralizada da moeda digital em funcionamento e como as operadoras estavam lucrando muito. Jin Xin, gerente da mina de Bitcoin diz que o custo de eletricidade também é um fato relacionado, pois o gasto das máquinas é de mais ou menos 1.250 kWh, o que dá em torno de 80 mil dólares por mês (cerca de 440 mil reais).

A mina da criptomoeda era apenas um dos seis locais pertencentes a um grupo secreto de quatro pessoas, parte de uma operação de mineração colossal que, a partir dessa visita, gerou cumulativamente 4.050 bitcoins por mês, o equivalente a uma receita bruta mensal de $1,5 milhão no ano de 2015. Desde então, o mundo da mineração de criptomoedas se tornou ainda mais extremo. Confira o documentário abaixo.



Nota: O que você achou do vídeo?

sexta-feira, 14 de agosto de 2020

A paródia de 1984 da Epic Games contra Apple

Na quinta-feira (13), a companhia da Apple resolveu, retirar de vez da lista o Fortnite, um dos jogos mais populares do mundo de sua plataforma de aplicativos. A decisão da companhia foi tomada após a Epic Games ter criado um próprio sistema de transações, que não passa pela loja de aplicativos da Apple Store.


Neste sentido, a Apple resolveu bloquear o Fortnite em um bilhão de dispositivos da App Store, removendo a capacidade dos usuários de instalarem e atualizarem o jogo em dispositivos iOS. O caso envolvendo as duas companhias teve início depois de a última atualização do battle royale permitir que os jogadores não pagassem a taxa de 30% cobrada pela empresa de tecnologia. No mesmo dia, o jogo também foi retirado do catálogo de jogos da Google Play.

De acordo com a Apple, o jogo violou suas regras. Em resposta, a Epic Games entrou com uma ação judicial criticando o monopólio da Apple. A campanha intitulada "Nineteen Eighty-Fortnite" criada pela agência TBWA\Chiat\Day faz referência ao livro "1984", escrito por George Orwell e a peça publicitária veiculada no Super Bowl XVIII em antecipação ao lançamento do Macintosh. Curiosamente, naquela época a própria Apple já questionava o monopólio da IBM e suas práticas em relação ao mercado de computadores. Agora, a mesma situação se repete com a Apple se defendendo de uma prática que ela condenava antigamente.



Nota: O que você achou do vídeo?

terça-feira, 4 de agosto de 2020

Moby pede atenção à preservação da Amazônia

O desmatamento da floresta amazônica é uma ameaça constante à fauna, flora e comunidades indígenas brasileiras. Atualmente, parece que somos confrontados com novas catástrofes quase que diariamente. No entanto, enquanto nós lidamos com esses tipos de situações, a emergência climática fica cada vez pior.


E sem as florestas tropicais existentes, o nosso planeta se tornará rapidamente um deserto devastador e inabitável. Segundo o artista, ele diz: "O objetivo deste vídeo era lembrar as pessoas dos horrores da emergência climática e do desmatamento, além de lembrar que 90% do desmatamento da floresta tropical é resultado da produção de carne e laticínios".

E para promover o lançamento do videoclipe e a campanha pela preservação da Amazônia, o produtor e ativista Moby lançou seu trabalho chamado "My Only Love", o último single de seu recém-lançado álbum, All Visible Objects, onde todo o lucro deste novo álbum será revertido para instituições defensoras dos direitos animais. Com produção da Zombie Studio através da BlinkInk, em Londres, o videoclipe narra a separação de uma onça-pintada e seu filhote diante do desmatamento desenfreado da Amazônia.


Nota: O que você achou do vídeo?

segunda-feira, 27 de julho de 2020

O Natal antecipado em julho do Burger King

O ano de 2020 tem sido um ano desafiador em tempos de Coronavírus. Por isso, o Burger King resolveu antecipar a data comemorativa para aqueles que estão em isolamento social, perdendo a saúde mental, alguns trabalhando em home-office, cansados dos acontecimentos e pedindo para que o ano acabe logo.


Criada pela agência David São Paulo e atenta aos desejos do seu público, o Burger King apresenta uma campanha inusitada. Através das redes sociais é possível notar que toda sua identidade visual se tornou comemorativa em homenagem à data. A ação terá desdobramentos locais de acordo com as peculiaridades de cada lugar. Além disso, opções de ceias e refeições festivas estarão disponíveis nos pedidos feitos pelo aplicativo da rede de fast-food e do Uber Eats.

"Desde a antecipação dos feriados, que aconteceu nos últimos meses, temos notado uma movimentação do público para que o Natal fosse adiantado também e, com isso, conseguíssemos encerrar 2020 de uma vez por todas. Estamos sempre em busca de atender o nosso público e, por isso, decidimos transformar, de alguma forma, esse desejo em realidade", escreveu Thais Souza Nicolau, diretora de marketing do Burger King no Brasil, em comunicado. Confira no vídeo abaixo a sua mais recente campanha.


Nota: O que você achou do vídeo?

Buscar

 

Facebook

Publicações recentes


Parceiros

CupomVálido