terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Será que dois robôs poderiam se apaixonar?

E então, será que dois robôs programados por inteligência artificial poderiam se apaixonar? Partindo deste questionamento, a agência MullenLowe, de Singapura, com foco no "Valentine's Day" (Dia dos Namorados) celebrado na última quinta-feira (14), fez um experimento para a marca de creme dental da Closeup.


O propósito do experimento era descobrir se através da proximidade e com tempo suficiente, dois chatbots com inteligências artificiais em diferentes plataformas poderiam se apaixonar. Neste caso, um smartphone e um tablet. O primeiro, chamado Sol, um robô desenvolvido com o uso da Microsoft Bot Framework. O segundo, Num, usando o Amazon Lex. Nisto, os dois foram colocados para conversar ao vivo no Youtube. E detalhe, cada robô usando a linguagem de forma diferente com base em suas "robô-personalidades".

Segundo a agência, durante a fase de testes, a conversa entre os dois robôs era previsível e a equipe se perguntou se o experimento era ambicioso demais. Porém, com o passar do tempo, os robôs começaram a conversar mais fluentemente um com o outro e após conversar por quase 12 horas, Sol declarou seu amor por Num. Ao final, o experimento finaliza com a mensagem dizendo que se dois robôs podem se apaixonar, então há esperança para o resto de nós. Confira o vídeo abaixo onde é apresentado essa iniciativa.



Nota: O que você achou da ação?

0  comentários:

Postar um comentário

Buscar

 

Facebook

Publicações recentes


Parceiros

CupomVálido