terça-feira, 27 de outubro de 2020

O drama das árvores ameaçadas na Amazônia

A natureza sempre encontra um jeito de cuidar de nós. A Amazônia está próxima ao seu "ponto de não-retorno" e, em apenas algumas décadas, pode ter 40% de suas florestas tropicais transformadas em savana, com aspectos parecidos ao Cerrado, de acordo com estudo publicado pelo jornal Nature Communications.



A mudança será irreversível, uma constatação que se torna ainda mais preocupante já que as florestas tropicais constituem um ambiente muito mais rico em biodiversidade, responsável por uma maior absorção de quantidade de CO2 em comparação à cobertura vegetal de gramíneas e árvores esparsas da savana. A vida de todos está em risco, especialmente daqueles que habitam o ecossistema ameaçado. 

A campanha intitulada "Árvore Refugiada" criada pela agência África e produzida pela Hungry Man conta a jornada de uma árvore refugiada, o Jatobá, e também convida as pessoas a assinarem uma petição pela suspensão de todo o desmatamento durante os próximos cinco anos, meta baseada nas "5 Medidas Emergenciais para Combater a Crise do Desmatamento da Amazônia" presentes em documento formulado por cientistas e entidades que atuam no território.

Além do Climate Reality Brasil, organização com o objetivo de informar a sociedade sobre os efeitos das mudanças climáticas no planeta, a ação tem apoio do GT Infraestrutura e Justiça Socioambiental, grupo de trabalho formado por 40 organizações socioambientais que atuam em conjunto a organizações locais, e do Engajamundo, rede de jovens que promove o engajamento político como meio de transformação.


Nota: O que você achou do vídeo?

0  comentários:

Postar um comentário

Buscar

 

Facebook

Publicações recentes


Parceiros

CupomVálido