segunda-feira, 6 de dezembro de 2021

Se colocando no lugar de pessoas que são cegas

Todos deveriam ter o direito de saber o que estão comprando. Por isso, a Royal National Institute of Blind People (RNIB) em parceria com a agência The&Partnership, do Reino Unido, abriram uma loja temporária para destacar a questão da inacessibilidade e o impacto que elas têm nas pessoas com perda de visão.

Como parte da campanha intitulada "Design para todos", a loja de esquina chamada "Whatsin Store" foi abastecida com embalagens deliberadamente inacessíveis intencionalmente, ou seja, sem marcas ou com itens sem as informações especificadas nos rótulos para destacar questões como valores nutricionais, por exemplo, pois essas questões demonstram o problema sério que as pessoas cegas e também as amblíopes (pessoas com enfraquecimento da visão sem que haja lesão aparente no globo ocular) possuem.

Câmeras ocultas foram instaladas pela loja para gravar as reações das pessoas quando confrontadas com a inacessibilidade, enquanto o lojista revelou que esta é muitas vezes a realidade para pessoas com perda de visão quando estão realizando as suas compras em algum estabelecimento. O objetivo desta campanha é mostrar o desafio enfrentado por pessoas cegas e amblíopes e, com isso, chamar atenção do público para arranjar soluções para seus produtos e ajudar a tornar as embalagens acessíveis para todos.

Nota: O que você achou do vídeo?

0  comentários:

Postar um comentário

Buscar

 

Facebook

Publicações recentes


Parceiros

CupomVálido