segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Mr Selfie e o nosso vício com os smartphones

Se a primeira coisa que você faz quando acorda é checar o seu celular ou quando vai almoçar costuma deixar o smartphone ao lado do prato para não perder nenhuma novidade você não está sozinho. Esta é uma animação bem-humorada chamada "Mr.Selfie" que mostra o reflexo da tecnologia nos tempos atuais.


A animação aborda de forma divertida a total despreocupação e desinteresse por tudo que está ao redor. É bastante comum ver pessoas distraídas pelas ruas, passageiros em ônibus ou trens com os olhos fixos em suas pequenas telas ou seus amigos no bar ou restaurante interagindo uns com os outros através dos seus celulares ao invés de conversar pessoalmente. Nesta forma de comportamento compulsiva, a falta de atenção daqueles que estão sempre conectados através dos dispositivos móveis quanto à dependência pelos smartphones nunca esteve tão em alta.

O reflexo deste fenômeno é que por um lado os indivíduos não fazem distinção do que é real ou virtual, pois os dispositivos móveis já se tornaram uma extensão do corpo. Além disso, os jovens estão mais distraídos e com falta de concentração em realizar apenas uma única atividade de cada vez, até porque ser multitarefa não é produtivo, pois nosso cérebro coloca atenção em apenas uma atividade.

Outra evidência que pode ser constatada é a redução da capacidade de compreensão e precisão de respostas desta geração que precisa demonstrar que para ser aceito pelos demais, é necessário mostrar a sua imagem positiva a qualquer custo, nem que para isto, precise fazer verdadeiros absurdos pela bandeira de um grupo. Porém, por outro lado, essa geração consegue ter acesso ao conhecimento, processar a informação e difundir com mais facilidade.

Em uma sociedade imediatista cada vez mais frequente nos dias atuais, onde as pessoas sabem o preço de tudo, mas não sabem o valor de nada, o ser humano tem sido corroído cada vez mais pela ansiedade de viver o prazer imediato, tendo em vista que a expectativa está voltada para tudo que se possa obter pronto, ou seja, os famosos "fast-foods" com satisfação instantânea e sem demandas mais prolongadas. Neste sentido, quando os indivíduos demonstram ter mais interesse pelos objetos do que as próprias pessoas que as cercam, os valores se invertem.


Nota: O que você achou do vídeo?

0  comentários:

Postar um comentário

Buscar

 

Facebook

Publicações recentes


Parceiros

CupomVálido
Jogos Friv

Arquivos