quinta-feira, 30 de abril de 2020

O estado de vigilância com Edward Snowden

Quando o denunciante da NSA, Edward Snowden expôs detalhes de vários programas de monitoramento do governo em 2013, ele iniciou um tremendo debate a respeito da liberdade e segurança digital. O debate veio à tona, quando a companhia da Apple refutou uma ordem judicial do FBI para acessar um iPhone.


Na ocasião, o celular do autor do tiroteio em San Bernardino, na Califórnia. E para conseguir o acesso, o FBI teve que pagar mais de 1 milhão de dólares para um grupo de "hackers" profissionais para ajudá-lo a acessar o iPhone, isso porque a Apple se recusava a ajudar. No entanto, com o desenrolar das coisas, foi provado que Snowden estava certo, porque o FBI foi capaz de penetrar o iPhone sem a ajuda da Apple.

Nos últimos anos, uma controvérsia se instaurou sobre o monitoramento do governo dos Estados Unidos sobre seu próprio povo e trouxe este debate para um ponto crítico. Enquanto isso, jornalistas e ativistas estão sob ataque crescente de agentes estrangeiros. Para descobrir as reais capacidades do governo, e se qualquer um de nós pode, de fato, proteger nossas informações mais sensíveis, o fundador da VICE, Shane Smith foi até o lendário hotel Metropol, em Moscou, para encontrar-se com o homem que começou toda essa conversa, Edward Snowden. Aproveite para ativar as legendas em português no vídeo abaixo.


Nota: O que você achou do vídeo?

0  comentários:

Postar um comentário

Buscar

 

Facebook

Publicações recentes


Parceiros

CupomVálido