terça-feira, 8 de fevereiro de 2022

A assistente virtual está lendo nossas mentes?

Alexa, é uma assistente virtual desenvolvida pela companhia da Amazon capaz de interagir com voz, reproduzir música, fazer listas de seus afazeres, fornecer informações sobre o tempo, trânsito e outras informações em tempo real, como notícias, além de também controlar sistemas e aparelhos inteligentes.

Usuários são capazes de ampliar as capacidades da Alexa instalando "habilidades" (funcionalidade adicional desenvolvida por fornecedores terceirizados, em outras configurações mais comumente chamadas de aplicativos), tais como programas meteorológicos e recursos de áudio.

Na campanha intitulada "Mind reader" (Leitor de mente) criada pela agência Lucky Generals, do Reino Unido, que irá ao ar durante o Super Bowl LVI no próximo domingo (13), ela enfatiza o poder de "ler mentes" da assistente virtual Alexa. No vídeo, a atriz Scarlett Johansson e o comediante Colin Jost ficam perplexos diante de como a tecnologia está sendo desenvolvida, fazendo com que eles passem por algumas situações inusitadas, como sugerir a parceira para que ela encomende um enxaguante bucal devido ao seu mau hálito matinal ou até mesmo revelar quaisquer outras informações que seriam privadas.

A campanha lembra a paródia com a assistente virtual criada pelo programa de comédia Saturday Night Live que mencionamos por aqui para mostrar como as funcionalidades do produto da Amazon estavam sendo usadas pelas pessoas de mais idade (e até mesmo pelos mais jovens) nesta era tecnológica, onde a transferência de responsabilidade está sendo dada ao robô para que ela possa automatizar esses processos. A possível explicação para isso seria porque talvez as pessoas esperassem mais da tecnologia e menos um do outro, até porque robôs sociais dariam a nós a ilusão do companheirismo.

Nota: O que você achou do vídeo?

0  comentários:

Postar um comentário

Buscar

 

Facebook

Publicações recentes


Parceiros

CupomVálido