terça-feira, 27 de setembro de 2016

Pepino Phone faz um alerta sobre a pirataria

Nem todo celular que você vê por aí é o celular que você gostaria de ter. Por isso, chegou ao Brasil o que há de mais moderno em tecnologia do mercado, o tão aguardado: Pepino Phone. Ele é o único Zero G com bateria meia-vida que esquenta. E o mais interessante de tudo: só acessa a internet na hora que ele quer.


A campanha bem-humorada intitulada "Celular Pirata Não" criada pela agência Ogilvy Brasil com produção da Hungry Man feita para a Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica) faz um alerta aos consumidores sobre os perigos de comprar celulares piratas. No filme abaixo mostra um comerciante clandestino tentando vender um smartphone a um consumidor. Nele, o vendedor fala com sinceridade os defeitos do Pepino Phone, como se fossem os seus atributos, exaltando a tecnologia Zero G, o processo de decisão realizado pela máquina, sua bateria que esquenta demais e o vírus já embutido na memória.

Ao final, a campanha ainda faz uma paródia com aqueles tradicionais comerciais das fabricantes de smartphones, ressaltando suas funcionalidades do aparelho. No site da campanha, a Abinee dá algumas dicas de como se prevenir, exigindo nota fiscal, comprando sempre em lojas confiáveis, conferindo a garantia mínima pelo Código do Consumidor, além de verificar sempre se o preço está muito abaixo em relação ao que se pratica no mercado e ainda procurar pela certificação da Anatel no celular.



Nota: O que você achou do vídeo?

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Pegadinha assustadora dentro de uma peixaria

Para promover o seu lançamento da sequência do filme Sharknado no canal SyFy Brasil, uma equipe de especialistas em efeitos especiais teve a ideia de fazer uma pegadinha dentro de uma peixaria da rede Steve Hatt através de um tubarão fictício controlado remotamente para assustar os clientes desavisados.


A ideia era para que quando as pessoas chegassem próximas do tubarão, ele pudesse ser acionado para "morder" as pessoas que estavam passando por perto. Através de algumas câmeras escondidas, foi possível registrar as reações das outras pessoas que estavam pelo local. Por precaução, mesmo sabendo que a brincadeira pudesse ser perigosa e para que tudo saísse dentro do planejado, foi colocada também uma equipe médica caso alguém necessitasse de alguma assistência médica posterior.

Esta ação aconteceu em Londres, na Inglaterra. Após o susto inicial, esses tipos de pegadinhas costumam gerar muitas risadas. Em 2014, houve também uma pegadinha de um homem fantasiado de coração assustando as pessoas pelas ruas para incentivar elas a manterem em dia os seus exames de saúde e evitar tomar susto do seu coração, até porque alegria gera saúde. Assista no vídeo abaixo as reações.



Nota: O que você achou do vídeo?

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Os políticos mirins exigem comprometimento

A sociedade está cada vez mais se envolvendo e dando mais importância com as questões sociopolíticas que acontecem em nosso país. Por isso, a Fundação Abrinq lançou uma campanha criada pela agência JWT Brasil onde as próprias crianças cobram comprometimento dos futuros prefeitos com os direitos infantis.


A campanha usa a tradicional figura do político que vive carregando crianças nos braços, sendo avisado por elas que "Não vai ter colo" se não assinarem o compromisso com o Programa da Fundação Abrinq. O documento prevê uma série de parcerias e ações voltadas para melhoria da educação, saúde e proteção infantil. A ideia da campanha é propor mais engajamento dos representantes  públicos municipais com o Programa Prefeito Amigo da Criança. Além disso, se espera contar com o apoio dos políticos que querem fazer a diferença, além de ser exemplo de que a publicidade também pode fazer a sua parte nesse tipo de conscientização A produção é da Spray, com pós-produção da Clan VFX e trilha sonora da Cabaret.

No Rio de Janeiro, as peças de mídia exterior foram instaladas pelos próprios moradores do Complexo da Maré, por meio da Outdoor Social, empresa especializada em mídia OOH em áreas mais populares. A ideia tem gerado renda, oportunidade de trabalho e mobilização social dentro da comunidade. Após o fim da campanha, o material será recolhido e doado para as cooperativas de reciclagem.



Nota: O que você achou do vídeo?

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

ONG faz receita culinária um pouco diferente

Quando assistimos vídeos de culinária é esperado que a comida seja o centro das atenções. Muitos criadores de conteúdo de culinária mostram a comida das formas mais atraentes ao público para que seja possível aguçar os seus sentidos, principalmente quando ainda não comemos nada e estamos de barriga vazia.


Neste sentido, a ONG Feeding America, que atua no combate à fome nos Estados Unidos, servindo como um banco de alimentos criou uma forma um pouco diferente de retratar esse problema e simplesmente resolveu colocar um prato vazio sem nenhum alimento em cena durante as gravações. Apesar de seguir o passo a passo, desde o preparo até o momento de colocar a panela ao forno, o principal não está lá.

Este é justamente o ponto principal que a ONG enfatiza no vídeo, ou seja, um prato vazio significa um estomago vazio. A campanha em parceria com a Ad Council faz um apelo para que o público possa refletir sobre o problema da fome e ajudar a combatê-lo. Ao final, o vídeo finaliza com a mensagem: "For 1 in 7 Americans, this may be dinner" (Para 1 em cada 7 americanos, este pode ser o jantar). Desta forma, assim como nos Estados Unidos, muitas pessoas de outros países também sofrem deste mesmo problema.



Nota: O que você achou do vídeo?

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Um mundo sem imagens na vida dos cegos

Este é um documentário chamado "Um mundo sem imagens" produzido pelos alunos da Faculdade FAMMA (Faculdade Metropolitana de Maringá) que mostra a percepção dos deficientes visuais diante das situações comuns, as suas dificuldades que eles enfrentam no dia a dia e também os preconceitos na sociedade.


O documentário mostra o aspecto das propagandas somente com imagens e que não falam nada, sendo totalmente disfuncionais para os deficientes visuais. Teatros, museus e até mesmo os próprios filmes têm poucas adaptações de áudio descrição. Desta forma, podemos observar que falta mais responsabilidade social quanto a isso, pois os cegos acabam sendo lembrados somente no momento que chega o período das campanhas eleitorais, quando necessariamente é obrigatório ter acessibilidade através de uma intérprete auxiliando na tradução da linguagem de sinais aos surdos e áudio descrição aos cegos.

Diz o ditado popular: O pior cego é aquele que não quer enxergar. Aliás, nem sempre a cegueira é a falta de visão, mas, essencialmente, de discernimento. Há muitos que conseguem enxergar através do aparelho visual, recebem luz que entra pela retina, mas as imagens que chegam ao cérebro não possuem sentidos, pois há um dano na consciência e a mente consequentemente não está pronta para dar significados àquilo que foi captado do meio exterior.

Em tempos modernos, onde milhões de humanos estão conectados neuralmente a matrix, num mundo onde a realidade é virtual e o que se vê, não é aquilo que existe, temos, então, a sociedade dos desamparados. Porém, diferentemente dos deficientes visuais, eles possuem os olhos para enxergar tudo a sua volta, mas acabando não usando eles, de fato. E então, surge a questão: Será que temos enxergado o mundo ao nosso redor ou pelo menos temos percebido aquilo que realmente é essencial e invisível aos olhos?



Nota: O que você achou do vídeo?

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Escute atentamente, a natureza está falando

No ano passado, a cantora Maria Bethânia emprestou sua voz no primeiro filme da série, "Mãe Natureza". Neste ano é a vez da atriz Camila Pitanga dar voz à "Amazônia" na segunda temporada da campanha "A Natureza está Falando" criada pela agência Lew’Lara\TBWA, em parceria com a TBWA\Media Arts Lab.


A campanha da organização brasileira Conservação Internacional (CI) dá vida aos elementos da natureza, que em primeira pessoa, conversam com o espectador, convidando-o a fazer uma pequena reflexão sobre como a ação do homem está alterando o meio ambiente e como ela, a natureza, seguirá evoluindo, com ou sem a presença dos seres humanos. A ideia aqui é sensibilizar a sociedade para que possamos ter atitude, enquanto há tempo de se construir sociedades mais sustentáveis, onde as gerações atuais e futuras possam viver com qualidade de vida e bem-estar.

Além da atriz Camila Pitanga e da cantora Maria Bethânia, outras pessoas também deram voz às versões brasileiras já lançadas como: Rodrigo Santoro, Juliana Paes, Max Fercondini, Maitê Proença, Gilberto Gil e Pedro Bial. A versão americana contou com artistas de peso como: Julia Roberts, Penélope Cruz, Harrison Ford, Edward Norton, Robert Redford, Julia Roberts, Kevin Spacey, entre outros.



Nota: O que você achou do vídeo?

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Atletas da vida: A delegação continuará aqui

Para sediar os Jogos Olímpicos foi preciso um grande investimento e o nosso país não poupou esforços para receber o maior evento esportivo do mundo. Seja no esporte, no trabalho ou na sobrevivência: a esperança é a última que morre. Somos todos atletas da vida e superar as adversidades é o nosso principal obstáculo.


Em defesa dos direitos de pessoas que vivem em favelas precárias, a ONG TETO criou a campanha "Atletas da Vida: a delegação que continuará aqui" que busca evidenciar que as favelas são espaços de violação de direitos, agravada pela falta de priorização em políticas públicas e dos serviços sociais, além de mostrar pessoas que vivem nas favelas, participando dessa competição diária, em que a medalha de ouro são seus direitos mais básicos.

Atualmente, vivemos em uma cidade-mercadoria, onde é acessível somente para uma pequena parcela da população, que pode pagar pelos benefícios que ela dispõe. Neste sentido, a ONG acredita que as cidades devem ser promotoras do desenvolvimento de sociedades de direitos e não de privilégios. Por outro lado, as favelas são a máxima expressão da produção social do habitat, com pessoas com capacidades e propostas para transformar a cidade em que vivem. Por isso, a campanha quer visibilizar a necessidade de construir um espaço democrático para todos, protagonizado pelos verdadeiros atletas da vida. A campanha foi filmada na comunidade Parque das Missões, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro.



Nota: O que você achou do vídeo?

Buscar

 

Facebook

Publicações recentes


Parceiros

CupomVálido
Jogos Friv

Arquivos