segunda-feira, 30 de maio de 2016

A mensagem de Senna aos atletas olímpicos

O piloto Ayrton Senna da Silva foi mais do que um piloto de Fórmula 1. Para os brasileiros, ele é um herói, um ícone de determinação, superação, garra, perseverança, além de bom caráter. Porém, ele acabou morrendo jovem, na corrida de Ímola, na Itália em 1994, mas o seu legado vive graças à família Senna.


Esta é uma pequena animação que a agência JWT em parceria com o estúdio Le Cube preparou para o Instituto Ayrton Senna e todos os atletas olímpicos e paralímpicos do Rio de Janeiro, ressaltando a importância de vencer em casa. Ayrton Senna perdeu oito vezes antes de ganhar o GP do Brasil, e quando o fez, foi com muito esforço. Ainda assim, ele enfrentou com firmeza. A missão do Instituto é ajudar na educação das crianças brasileiras e manter a imagem de Ayrton Senna vivo.

No áudio do piloto, ele descreve cada momento de sua corrida no GP do Brasil para manter o controle do carro na pista, apesar dos diversos problemas no veículo e dos espasmos musculares nos ombros e pescoço que ele acabou tendo que enfrentar durante o percurso. Mesmo assim ele conseguiu realizar o sonho de vencer a corrida no seu país. Ao final, o vídeo deixa aquela mensagem que devemos sempre fazer o nosso melhor e colocar tudo que temos para que possamos realizar os nossos objetivos, assim como Senna.



Nota: O que você achou do vídeo?

segunda-feira, 23 de maio de 2016

A volta triunfal da banda de rock Massacration

Com o intuito de promover o retorno do "Grand Big Mac", a agência DM9DDB teve a ideia de convidar a banda de rock metal Massacration, sucesso do programa de humor Hermes e Renato que era exibido pelo canal da MTV nos anos 2000 para promover a mais nova campanha da rede de fast-food do McDonald’s.


Lançado pelo canal VEVO, o clipe chamado "Grand Pedido" traz o famoso jingle "Dois Hambúrgueres, Alface, Queijo, Molho Especial, Cebola, Picles e um Pão com Gergelim" na voz irreverente do vocalista Bruno Sutter da banda Massacration. A estratégia da campanha foi utilizar um tom bem-humorado com o rock metal como referência no conceito criativo. A produção é da Academia de Filmes.

De acordo com o Roberto Gnypek, vice-presidente de marketing do McDonald’s Brasil, ele diz: "Temos apostado em formatos inovadores que possibilitem que nossa marca interaja mais com o público, oferecendo conteúdo relevante que gere engajamento e entretenimento. E a iniciativa de apresentar um clipe com uma banda icônica como a Massacration, que marcou uma geração, mais o nosso clássico jingle, tem como resultado uma linguagem atrativa tanto na referência musical, como nas doses de humor". O resultado do clipe é uma pura viagem num universo paralelo rodeado de ingredientes.



Nota: O que você achou do vídeo?

terça-feira, 17 de maio de 2016

Companhia assusta fãs de produtos de couro

Como diz aquele antigo ditado: "O que os olhos não veem o coração não sente". Pois é, a beleza muitas vezes acaba cegando as pessoas à crueldade. O fato é que muito poucas pessoas estão de fato conscientes da extrema crueldade que os animais sofrem para ser transformados em diversos produtos para os clientes.


Para ter uma ideia desta realidade, alguns animais são esfolados vivos durante a fabricação de artigos de couro de luxo. Crocodilos na Tailândia são cultivados e submetidos a condições desumanas. Neste sentido, a agência Ogilvy & Mather, da Tailândia, em parceria com a PETA (People for the Ethical Treatment of Animals) se uniram para criar a campanha intitulada "Behind the Leather" (Por trás do couro) e revelar o que há por trás de todo produto feito com couro animal aos compradores de couro.

Ao abrir as bolsas, carteiras, jaquetas e sapatos, o cliente descobria o que havia originalmente por trás do couro, ou seja, as entranhas e órgãos dos animais. Além disso, quando o consumidor resolvia experimentar luvas e sapatos, suas mãos e pés eram sujos de sangue. Ao final, a campanha finaliza com a seguinte mensagem: "For the exotic skins industry, cruelty is a daily business" (Para a indústria de peles exóticas, crueldade é um negócio diário). A campanha foi realizada em uma loja no shopping de classe alta em Bancoque, na Tailândia, onde eram exibidas bolsas, sapatos, cintos, jaquetas e acessórios feitos de couro de jacaré, pele de cobra, entre outros. O resultado deste experimento você confere no vídeo abaixo.



Nota: O que você achou da ação?

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Os cinco minutos que fazem toda a diferença

Você sabia que seis em cada dez motoristas admitem que estacionam indevidamente e que desta forma, acabam dificultando a vida de quem possui mobilidade reduzida? Pensando nisso, a agência Havas, de Portugal, criou um filme para a Associação Salvador para conscientizar as pessoas para esta questão.


A mecânica era simples: Através de câmaras escondidas, os motoristas eram filmados quando estacionavam o seu carro em cima da calçada. Ao retornar aos seus veículos, os motoristas que tinham estacionado o automóvel de forma indevida se deparam com um pedaço de papel no vidro com a seguinte mensagem: "Bati no seu carro" e um número de telefone.

Ao ligar para o número indicado, a pessoa ouvia a seguinte mensagem: "Sim, sim, fui eu. Vou já para aí". Após isso quem aparece é Salvador Mendes de Almeida, tetraplégico. O objetivo da campanha intitulada "5 minutos fazem a diferença" é mostrar que estacionar na calçada não é só uma infração de trânsito, é falta de respeito e educação. Além disso, a ação pretende chamar a atenção para as dificuldades das pessoas com mobilidade condicionada em Lisboa. Confira as reações dos motoristas no vídeo abaixo.



Nota: O que você achou da ação?

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Sangue é desperdiçado por puro preconceito

Você sabia que o Brasil desperdiça milhões de litros de sangue todos os anos por puro preconceito? Isso porque de acordo com a Portaria 2712, de 12/11/2013, do Ministério da Saúde, determina que homens que se relacionaram sexualmente com outros homens nos últimos 12 meses tornam-se inaptos a doar sangue.


Pensando nisso, a agência África criou para a ONG All Out (movimento global que defende os direitos LGBT), a campanha intitulada "Wasted Blood" (Sangue Desperdiçado, em português). A ideia foi colocar utilizar um caminhão com milhares de bolsas de sangue para percorrer as ruas de São Paulo levando uma mensagem impactante: O Brasil desperdiça mais de um caminhão cheio de sangue todo dia por puro preconceito. O objetivo da campanha é chamar atenção para o fato de o Brasil ainda proibir que homens gays e bissexuais sejam doadores de sangue.

A doação de sangue por doadores gays e bissexuais ainda é tema de debate em muitas partes do mundo. Inúmeros países na América Latina, entre eles, Argentina, Chile e México, já revisaram seus procedimentos de forma a aplicar as mesmas regras aos doadores de qualquer orientação sexual. No site da campanha, homens gays e bissexuais poderão entrar numa fila de espera virtual para se tornarem futuros doadores quando esse preconceito acabar. A ação também contou com a parceria da Truckvan.



Nota: O que você achou da ação?

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Companhia se vinga contra a falta de respeito

Quem nunca foi desrespeitado por uma ou mais companhias de serviços no Brasil? Esse é apenas um dos inúmeros exemplos da falta de respeito de empresas com clientes brasileiros. Por isso, em comemoração aos 15 anos de existência do site Reclame Aqui, a companhia resolveu se vingar de uma forma inusitada.


A ideia da campanha "O Jantar da Vingança" é se "vingar", literalmente, de algumas das empresas com o número mais alto de reclamações no site para fazerem com que eles provem do seu próprio veneno. Neste sentido, a companhia convidou três executivos de algumas das empresas que tinham um desempenho ruim na plataforma para a inauguração de um restaurante. Os garçons, por sua vez, faziam questão de tratá-los de qualquer jeito propositalmente para deixar os executivos bastante aborrecidos com a situação, assim como nós, consumidores, que somos tratados o tempo todo.

No lugar da conta, havia a seguinte mensagem: "Você se sentiu desrespeitado? 22.015 consumidores da sua empresa também se sentem assim". O objetivo é fazer com que as empresas repensem melhor a maneira como são realizadas as suas abordagens do atendimento aos seus consumidores. É importante salientar de forma clara que a identidade dos empresários que foram mostrados na ação e de seus acompanhantes foram devidamente preservados. Confira o resultado desta experiência no vídeo abaixo.


Nota: O que você achou da ação?

terça-feira, 26 de abril de 2016

A emocionante história da ex-professora Sonia

Estima-se que no Brasil haja cerca de 400 mil pessoas com a Doença de Parkinson, mas há uma parcela de casos ainda não diagnosticados. Para desmistificar essa doença e ainda também estimular o diagnóstico precoce, a Roche em parceria com a agência Ogilvy idealizou a campanha intitulada #EscrevaParaLutar.


Você sabia que quem sofre da Doença de Parkinson pode continuar exercendo a maioria de suas atividades normalmente? Esse é o caso da ex-professora Sonia Cascino. Diagnosticada há 8 anos, Sonia que por mais de 36 anos usou a escrita para passar conhecimento aos seus alunos, agora pode voltar a usar o seu dom, desta vez para ensinar sobre a doença. Agora, mesmo longe da sala de aula, ela pode novamente continuar o seu papel de educadora.

O objetivo da campanha é de incentivar a população combater o preconceito e desmistificar a Doença de Parkinson. Para isso, a escrita de Sonia Cascino, portadora da Doença de Parkinson foi transformada em uma fonte tipográfica. A transformação da letra de Sonia em tipografia contou com a ajuda de Niveo, um dos mais premiados designers brasileiros, e de Ivan Hods, programador. O processo levou em consideração as particularidades da escrita de Sonia, preservando as alterações de traço provocadas pela doença. Assista esta emocionante história no vídeo logo abaixo.



Nota: O que você achou da ação?

Buscar

 

Facebook

Publicações recentes


Parceiros

CupomVálido

Arquivos