quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Primeiro lanche para idosos acima de 70 anos

A rede de restaurantes do Burger King em parceria com o Projeto Velho Amigo (Associação de Amparo ao Idoso) lançou o primeiro combo da história para maiores de 70 anos, o King Sênior. E para realizar esse lançamento, a agência DAVID criou uma ação diferente para estimular os idosos a uma experiência nova.


A caixa vem com 2 combos do Whopper, um para o idoso e outro para quem for ao Burger King com ele. Além disso, também vem com um brinde muito valioso para o idoso: a companhia. O objetivo desta campanha é fazer com que familiares e amigos possam compartilhar esse momento de descontração ao desfrutar de um sanduíche da marca. De acordo com informações, a empresa irá direcionar todo lucro das vendas obtidas através do King Sênior para o Projeto Velho Amigo. A novidade é válida por tempo limitado, até o esgotamento das caixas disponíveis nos restaurantes.

O Projeto Velho Amigo é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que desde 1999 contribui para a cultura da inclusão social do idoso. Estabelece suas ações de maneira estratégica, buscando resultados e impactando diretamente na melhoria da qualidade de vida da população atendida. Atualmente possui 17 instituições e um núcleo de atendimento próprio, dentro da comunidade de Heliópolis, em São Paulo, somando cerca de 1500 idosos. Confira o vídeo desta ação logo abaixo.



Nota: O que você achou da ação?

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Sátira de Faroeste Caboclo versão Eike Batista

O portal de notícias BHAZ de Belo Horizonte criou um vídeo em forma de sátira sobre a biografia de Eike Batista contada ao ritmo da música Faroeste Caboclo. Com trocadilhos, o vídeo resume toda trajetória do homem que já foi considerado o mais rico do Brasil e que hoje em dia amarga a dura rotina de uma prisão.


Depois de passar a infância no Brasil, Eike Batista foi morar, no início da adolescência na Europa por causa da carreira profissional do pai. Em 1974, iniciou o curso de Engenharia Metalúrgica, na Alemanha, só que não concluiu. Aos 18 anos, quando seus pais voltaram ao Brasil, começou a vender apólices de seguro para garantir sua renda pessoal e manter-se de forma independente no exterior.

De volta ao Brasil, no início dos anos 1980, passou a se dedicar ao comércio de ouro e diamantes. Fluente em cinco idiomas, foi intermediário entre produtores da Amazônia e compradores de grandes centros do Brasil e da Europa. Com apenas 21 anos, montou uma empresa de compra e venda de ouro. Em um ano e meio, acumulou 6 milhões de dólares com a comercialização de ouro. De 1980 a 2000, criou 20 bilhões de dólares em valor com a operação de oito minas de ouro no Brasil e Canadá e uma mina de prata no Chile. Entre 1991 e 1996, o valor de sua empresa mais que triplicou. 

Em 2008 veio a queda e Eike foi alvo de investigação de uma operação da Polícia Federal que recebeu o nome Toque de Midas. Segundo a Polícia, Eike foi "mentor intelectual" de fraude em licitação. Em 2014, o Ministério Público Federal denunciou Eike pelos crimes de manipulação de mercado e uso indevido de informação privilegiada. Em 2015 sua empresa foi citada no escândalo da Petrobras e em 2017 teve a prisão preventiva decretada por ter pago propina de 16,5 milhões de dólares para o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. Confira o resumo da biografia do milionário no vídeo abaixo.


Nota: O que você achou do vídeo?

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Paródia de Dolly no clipe acústico do Nirvana

O consagrado grupo de humor do Hermes e Renato é um dos grupos cômicos mais ousados já vistos na televisão brasileira. As esquetes da trupe não poupam nada nem ninguém: o mundo das artes, do esporte, da política e da própria televisão. A atração nasceu justamente de uma brincadeira entre os humoristas.


E desta forma foi veiculada na MTV Brasil pela primeira vez como um quadro no programa Voz MTV, em 1999. Com o sucesso do quadro, o grupo foi convidado para testes e ganhou um espaço na programação da emissora. O programa se destacou pela simulação de uma produção de baixo custo e por satirizar sem meias-palavras (até com termos de baixo calão, normalmente proibidos na TV aberta) os mais variados assuntos.

O grupo encena situações do cotidiano, contendo sátiras de quadros e programas de outras emissoras, de filmes (já existentes ou criados por eles mesmos), propagandas de variados produtos e também de humor negro. Desta vez, o grupo resolveu fazer uma sátira com a marca de refrigerantes Dolly através de um clipe acústico tocando um cover da música "Polly" da banda de rock americana do Nirvana. A letra faz referência a um produto fictício chamado "Polly Guaraná". Além disso, o clipe acústico ainda conta com a participação especial do mascote "Pollynho".



Nota: O que você achou do vídeo?

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Pegadinha assustadora na loja de eletrônicos

Na próxima quinta-feira (2) irá ser realizado a estreia do mais recente filme "Rings" (no Brasil: O Chamado 3) nos cinemas. E para promover a sequência deste clássico filme de terror, a Paramount Pictures, estúdio responsável pela série, preparou uma pegadinha para assustar os clientes da loja de eletrodomésticos.


A ideia foi colocar um vendedor para demonstrar algumas opções de televisores de última geração que estavam disponíveis para venda aos clientes em uma loja dos Estados Unidos. Porém, enquanto as pessoas observavam atentamente as especificações do produto, a Samara, atriz fantasiada da personagem do filme aparece de repente saindo de dentro de uma das telas e assusta os compradores. Em 2015, a Paramount Pictures já havia feito uma pegadinha semelhante numa casa mal-assombrada para promover outro filme de terror.

A história do filme se passará 13 anos após os acontecimentos dos primeiros capítulos da franquia de terror. Nele, uma jovem e seu namorado decidem explorar o submundo misterioso em torno de um vídeo que supostamente mata quem o assistiu em 7 dias. Ela então se sacrifica para salvar o namorado e acaba fazendo uma descoberta aterrorizante: existe um outro "vídeo dentro do vídeo" que ninguém nunca assistiu. A direção do filme é de F. Javier Gutiérrez, com produção de Walter F. Parkes e Laurie MacDonald.



Nota: O que você achou da ação?

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Campanha ajuda mãe a reencontrar seu filho

Todos os anos centenas de crianças e jovens desaparecem no Brasil e é quase impossível para uma família encontrar o seu filho sem qualquer tipo de ajuda. Por isso, a campanha "Perdidos na Multidão" criada pela agência Z+ em parceria com a FIA (Fundação para a Infância e Adolescência) quer ajudar a encontrá-los.


O objetivo desta campanha é ampliar a busca por crianças desaparecidas. Através desta ação, uma das 20 crianças que tiveram suas fotos divulgadas foi encontrada. O menor estava há dois anos longe da família. A ideia da ação foi colocar os cartazes gigantes com rostos de menores desaparecidos em uma partida de futebol da Seleção Brasileira na arena da Amazônia, em Manaus. 

A estreia da campanha foi em setembro do ano passado, durante o intervalo do jogo entre Brasil e Colômbia pelas eliminatórias da Copa do Mundo. Os cartazes gigantes foram levantados por voluntários que estavam na arquibancada e exibidas no telão do estádio, conseguindo destaque na transmissão da Rede Globo e, consequentemente, repercutindo também através das redes sociais.



Nota: O que você achou da ação?

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Por que a beleza importa em nosso cotidiano?

Este é um documentário chamado "Why Beauty Matters" (Por que a beleza importa?) produzido pelo canal de televisão escocês da BBC e apresentado pelo filósofo e escritor inglês Roger Scruton, cuja especialidade é a estética, num provocante ensaio sobre a importância da beleza como fonte essencial em nossas vidas.


Nele, o filósofo diz que o momento que nos deparamos com a beleza de alguém é porque vislumbramos nela a luz da eternidade, brilhando de uma fonte divina, além deste mundo. E através desta busca da beleza, modelamos o mundo como um lar, fazendo uma espécie de amplificação de nossas alegrias e o consolo para nossas tristezas de nosso cotidiano.

Além disso, Scruton explica que, em vez de se concentrar na beleza, a arte moderna visa romper tabus morais para ganhar notoriedade. As obras modernas de artistas como Mark Rothko, Franz Kline, Damien Hirst e Tracey Emin, que vendem milhões, perderam seus verdadeiros valores estéticos. Ele explica que os valores espirituais foram substituídos por materiais, com o estabelecimento artístico promovendo a arte como um investimento, em vez de algo a ser olhado.

Neste sentido, o filósofo também argumenta que no século XX, a arte, arquitetura e a música viraram as costas à beleza, fazendo um culto à fealdade e levando-nos a um deserto espiritual. Usando o pensamento de importantes filósofos como Platão, Kant e conversando com artistas como Michael Craig-Martin e Alexander Stoddart, Scruton analisa onde a arte ocorreu mal e apresenta sua apaixonada proposta para restaurar a beleza à sua posição tradicional no centro da nossa civilização.



Nota: O que você achou do vídeo?

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

A polêmica em torno da campanha do governo

De modo geral, um grande problema em muitas pessoas é não ter o hábito da leitura. Ler não é somente juntar letras e formar as palavras. O fundamental significa interpretar para decodificar a mensagem. No entanto, todas essas mensagens podem ser interpretadas de formas bastante diferentes por cada indivíduo.


Isso porque a decodificação depende do histórico de vida de cada pessoa. A campanha intitulada "Gente boa também Mata" de conscientização criada pela agência Nova/sb para o Ministério dos Transportes que alerta o perigo de usar o celular enquanto dirige é um bom exemplo disso. Ora, ter liberdade de expressão para dizer tudo o que você tem para falar sem se importar com o que os outros pensam é ser autêntico e de vez em quando, também pode gerar algumas risadas, o que acaba estimulando o cérebro para liberar endorfina e serotonina, substâncias responsáveis pela sensação de prazer e bem-estar. 

Porém, quando esse limite tênue entre o que é comédia e ofensa, entre o que é legal e aquilo que gera intermináveis discussões judiciais pode ser prejudicial. Nesta onda de intolerância, preconceito e pessoas que seguem rigorosamente o politicamente correto nos dias atuais com o intuito de agradar a todos, fazer algo provocativo que estimule a reflexão do indivíduo será uma ótima saída para aumentar o engajamento, além de servir de instrumento base para revermos o que de fato tem importância, evitando julgamentos e usando o tempo para fazermos a diferença em prol de todos.



Nota: O que você achou do vídeo?

Buscar

 

Facebook

Publicações recentes


Parceiros

CupomVálido
Jogos Friv

Arquivos